Banner

ARWTV – WEB RÁDIO NOVA BÚZIOS


Este site é uma homenagem do radialista Mario Azevedo — do primeiro time de locutores da Búzios FM — e da Rádio-Escola ARWTV, à emissora mais criativa, inovadora e arrojada que surgiu no fim dos anos 1980 em Búzios, Região dos Lagos, estado do Rio de Janeiro.

 

A ARWTV é uma rádio-escola que tem como principais metas resgatar e preservar a história do rádio FM no Rio de Janeiro, dos anos 1970 até os dias de hoje.

As rádios Cidade, Fluminense, Búzios, Panorama , todas do Rio de Janeiro, são as fontes de inspiração da ARWTV.

Nosso estilo: Rock, POP, Blues, MPB e o que toca hoje.

 

 


 

 

PROGRAMAS

BEATLEMANIA
Grandes sucessos e raridades dos Beatles John, Paul, George e Ringo, e de suas carreiras solo. Produção e apresentação Aldo Jimenez.

- Sábados, às 17h


DISCO FRIENDS
Os grandes clássicos da Disco Music dos anos 1970, 1980 e 1990. Apresentação dos Djs Daniel Santanna e José Ayres.

- Sábados, às 20h

NOSTALGIA
O melhor e o pior do POP e do Rock das últimas décadas. Apresentação de Alencar Júnior e do DJ Daniel Santanna.

- Domingos, às 20h.

 


 

 

A história da Búzios FM

A Búzios FM nasceu de um projeto idealizado por André Uchoa, Ájax Camacho e Maurício Santos para uma emissora de rádio que o tio de André,  Cleofas Uchoa, e dois outros sócios pretendiam criar em Búzios. O arquiteto João Uchoa assinou o projeto da casa que ficava à beira da Estrada ......, na praia de Manguinhos, e que viria a ser sede da Búzios.

Exibindo na fachada a logo de um casal se beijando, que em pouco tempo se tornou marca-registrada da emissora (clique nela para ver fotos e arquivos da época), e ocupando a faixa de 102,5 MHZ do dial, a Búzios FM deu seus primeiros passos.

Os locutores começaram a trabalhar ainda na fase experimental, com o imóvel em construção, colocando no ar músicas de fitas montadas por Maurício, reproduzidas em um gravador de rolo. O cheiro forte da cola dos carpetes e do material de isolamento acústico do estúdio gerava uma série de piadas entre os funcionários, que se dividiam em várias funções.

Indicado por Ájax e Maurício, o jornalista e radialista Amaury Santos, um dos fundadores da Fluminense FM, foi contratado para ser diretor-geral. Maurício ocupou os cargos de locutor, produtor e redator dos textos e das notícias. Ájax era locutor, além de coordenador artístico e programador musical.

Depois vieram outros locutores, que junto com os primeiros inauguraram a rádio: Edson Paes, Tony Lessa e Mario Azevedo, todos vindos da Rádio Sucesso FM, de Cabo Frio. Além destes, o locutor Airton de Luke, da Rádio Bandeirantes AM (programa Carlos Ramiro), fez uma participação rápida no time.

Com um texto de apresentação de autoria de Amaury, Maurício e Ájax (*), ao som da música de Neil Diamond —  trilha sonora do filme “Fernão Capelo Gaivota” —  e da canção “Sonhador”, de Joe Euthanázia, a Búzios FM foi oficialmente ao ar pela primeira vez às sete da manhã do dia 18 dezembro de 1987, segundo reza a lenda.

A rádio não tinha compromisso com gravadoras nem com os sucessos musicais da época. Era “livre, leve e solta”, a exemplo da letra de Dancin Days, de Nelson Motta, eternizada na voz das Frenéticas.

No início, as gravadoras não queriam enviar material de seus artistas, alegando que a rádio era regional e, por isso, sem audiência suficiente que a fizesse merecedora de  receber e tocar as mesmas novidades das rádios cariocas.

A discoteca era formada por títulos do acervo pessoal de Amaury, Ájax e Maurício, e por outros LPs comprados por eles para incrementar a programação.

Foi feito, então, um acordo com a CBS e com a Warner para testar novos cantores e grupos que não tocavam em outras rádios. Carlos Townsend, da CBS, criador da Rádio Cidade RJ, em 1977, era o consultor que sugeria novas bandas e tendências, através de material selecionado com o que havia de melhor no departamento internacional da gravadora, hoje Sony Music.

No departamento nacional da CBS havia, também um casal de  funcionários (Jacira e Big Abreu). Eles forneciam à rádio músicas de primeira linha do repertório nacional.

A playlist não era feita de grandes sucessos ou canções da moda, mas sim de músicas escolhidas a partir de outros critérios, diferentes dos convencionais. De vez em quando, um ou outro hit era incluído na programação, mas na maioria das vezes, o que tocava era justamente o que não estava nas paradas das demais emissoras. As chamadas músicas de trabalho, de cunho comercial, ficavam de fora. O que interessava à rádio era sempre o “lado B”.

Outra curiosidade: a Rádio Búzios foi a primeira no país a tocar CD. Havia até uma vinheta marcante: “Búzios FM Disco Laser”.

Programas

“ Nas Ondas de Búzios”, com Miltinho, era um momento muito esperado. Da mesma forma que “ Rock Maior”, “ O melhor do Jazz”, “ O Melhor do Country” e “ Sabor Brasil”,  que entravam na programação em drops,  com módulos de duas músicas. Depois vieram o “Classic Rock”, o “ Música popular Erudita” e o “Noites Buzianas”, entre outras faixas de gênero que em pouco tempo conquistaram o gosto dos ouvintes.

Informação, ecologia e música de qualidade

“A novidade que veio dar na praia”. Este foi o primeiro slogan de Amaury Santos, inspirado no título da música “A Novidade”, dos Paralamas do Sucesso. Realmente a rádio chegou causando mudança radical na vida das pessoas do lugar. Todos comentavam, interagiam e ouviam.

Em seguida, surgiu a TV Búzios, também única na região, comandada pelos irmãos João e Julio Uchoa (veja as fotos).

A Búzios FM ficou famosa por ter os locutores mais inspirados e criativos, que falavam a mesma língua dos ouvintes, gente jovem e descontraída. Quem não se lembra do Netto, quando dizia: “Muda-se o estilo, mas a qualidade é a mesma”, ao passar de um jazz para outra música de gênero completamente diferente, no mesmo módulo.

Nomes

Soraya Prado, Marvin Mattos (também programador), Érika Ornellas, Leyla Adriana, Lea Gonçalves, Marcelo Ribeiro (Gaúcho), Marcelo Hendrix, Marcelo Trovão, Fernando Cake, João Rasta, Faya, Léo Almeida, Andréia, Mariah, Simone e Bárbara Palomanes... Vozes inesquecíveis que comandaram a rádio nos anos 1980 / 1990.

As músicas executadas, na maioria das vezes pouco conhecidas, ficaram na memória do público e a Rádio Búzios, com este diferencial, seguiu conquistando um número cada vez maior de simpatizantes. Os programadores Ájax Camacho, Marvin Mattos e Gilney Hervano ganharam fama por colocar no ar o inusitado, o “intocável”.

No final dos anos 1980, com a saída de Amaury Santos, Fernando Uchoa assumiu a coordenação. A parte comercial, antes a cargo de Márcio Werneck (falecido em 15 de dezembro de 2004), passou para Alexandre Manhãs, que entrou em 1988. À jornalista Flávia Rosas cabia a tarefa de redigir as notas e dicas culturais, sempre de altíssimo nível.

Também integravam o time duas secretárias que vieram da Rádio Sucesso, de Cabo Frio, — Claudinha e Jaqueline —, a dona Lili, do RH, e o Paulo( irmão da Jaqueline), um espécie de “faz tudo”, que começou na rádio como vigia e depois se tornou operador.

Vinhetas

As vinhetas foram gravadas pela Banda Grafite. Os jingles eram uma atração à parte:

“O Charme de Búzios” ou “ Colorindo sua vida com músicas FM, te beijando como no mar de Búzios FM..102,5”...

Comunidade no Orkut
http://www.orkut.com.br/Main#Community?rl=cpn&cmm=4680319


Fan Page no Facebok

http://www.facebook.com/arwtv.novabuzios

 



Agradecimentos

 

- Ao locutor Jorge Oliveira (Rede Globo e Manchete FM, anos 1980), e à Monika Venerabile (Nativa FM, Rádio Cidade FM e Fluminense FM, anos 1980) por terem permitido a veiculação das vinhetas gravadas para a Búzios FM em 1987, 1988 e1989.

- Aos irmão Chico e Humberto Donghia, da Banda Grafite, autores das vinhetas e jingles da Búzios FM,  por terem nos cedido o material e pelo total apoio a este projeto.

A Grafite, banda carioca fundada em 1980 pelos irmãos Chico, Paulinho de Tarso e Humberto (Tuca) Donghia, tocava sucessos como “Mamma Maria”, “Siga-me” e “Seu Lugar”,  alcançando o topo das paradas de sucesso em rádios e TVs por todo o Brasil,  rompendo fronteiras, e chegando até Portugal, entre outros países. (colocar como link na expressão Banda grafite - http://www.reverbnation.com/bandagrafite

- Aos locutores Robson Alencar (TV Globo); Luciano Durso (TV Globo e Rádio Cidade, anos 1980); Paulo Roberto (Rádio Cidade, anos 1970 e 1980); Alexandre Tavares (JB FM); Isabela Quadros (Antena 1); Luzia Benevides (Paradiso FM); Renata Caldas (atriz); Juraciara Diacovo (atriz e dubladora); Ricardo Shennetzer (ator e dublador) e à cantora e locutora Vica Barcellos.

- Ao jornalista e radialista Victor Ribeiro pela colaboração musical e dicas de programas, e por ter cedido seu projeto experimental em jornalismo “Rádio Búzios FM”, que pode ser ouvido no “Arquivo Búzios FM” deste site.

- A Cleofas, João, Julio e Fernando Uchôa pelo apoio.

Homenagens

-À Sergio Vasconcellos, da extinta Fluminense FM RJ, apresentador do “Revolution”, programa criado por ele na Fluminense nos anos 1980, e que depois passou a ser  comandado por Monika Venerabile.

-À Rádio Fluminense FM RJ e à vinheta “Onda”, numa montagem para a ARWTV-Nova Búzios com voz de Monika Venerabile, uma das pioneiras da “Maldita”.

- À Panorama FM RJ, com as vinhetas Rock Collection e Talento Blues, na voz de Alexandre Tavares.

- Aos moradores de Búzios e da Região dos Lagos, ouvintes fiéis da Rádio Búzios FM nos anos 1980 / 1990.

- Aos amigos Marcio Werneck da Cunha, falecido em 2004 e responsável pelo departamento comercial da Rádio Búzios FM; e Fernandinho, motorista da rádio e técnico da TV Lagos, falecido em 2011.


 

(*) “Sou um sonhador, filmando meus desejos e aventuras de amor.
Mar de Búzios no verão, avisos de discos voadores, que voando levam nosso “ blues” para o “Planeta do Amor”, onde tudo é prazer e eu.....

Eu corro o infinito prateador do espaço, como um cometa vou rasgando o céu.
Eu corro o infinito prateador do espaço, como um cometa vou rasgando o céu.

Sou um sonhador, filmando meus desejos e aventuras de amor.
Mar de Búzios no verão, foi lindo, teve o tempo de um recado, um pecado, transformando em luz tudo o que aconteceu entre mim e você. E eu.....

Eu corro o infinito prateador do espaço, como um cometa vou rasgando o céu.
Eu corro o infinito prateador do espaço, como um cometa vou rasgando o céu.

Sou um sonhador, filmando uma história verdadeira que pra sempre nos fará sentir
que a canção pede bis, se o final for feliz.

E eu corro o infinito prateador do espaço, como um cometa vou rasgando o céu.
Eu corro o infinito prateador do espaço, como um cometa vou rasgando o céu”.

(“Sonhador “ Joe Euthanázia)

Tudo muda o tempo todo e, como dizia Cleofas Uchoa

“A transição é eterna”.

Bem-vindo à ARWTV- Nova Búzios. A partir de agora, o tempo todo com você.

Mario Azevedo

Rio de Janeiro, 18 de julho de 2011

Revisão de texto

Jornalista Mehane Albuquerque